Um dos pontos principais do planejamento de qualquer viagem internacional é decidir como você vai levar o seu dinheiro. Existe a opção do papel moeda, que conta com o imposto mais barato, porém você também pode escolher o cartão pré pago ou cartão de crédito, que são formas mais práticas e seguras de viajar com moeda internacional.

O cartão de crédito é aquele que você paga todas suas compras na data de vencimento da sua fatura. Vale ressaltar que esse tipo de cartão precisa ser habilitado internacionalmente para funcionar fora do país. Já o cartão pré pago funciona por meio de créditos adquiridos antes do momento da compra.

A melhor opção para você vai depender de quais são suas prioridades. Por isso, neste blog post, vamos falar sobre as principais diferenças entre esses dois tipos de cartão. Assim, você decidirá qual o mais adequado para você. Confira!

A importância do planejamento financeiro

Independentemente de você achar que o cartão pré pago ou cartão de crédito seja a melhor escolha para você usar em suas viagens ao exterior, o planejamento financeiro é algo que precisa ser feito.

Para isso, procure pesquisar os custos de alimentação, hospedagem e dos passeios que você vai fazer no seu destino. Assim, você conseguirá chegar a um valor aproximado do quanto gastará na viagem.

Sabendo da quantia, você pode comprar os créditos para o seu cartão pré pago. No caso do cartão de crédito, quando você sabe quanto custará sua viagem, você corre menos riscos de não ter dinheiro para pagar a fatura total, o que pode ser um grande pesadelo, considerando que os juros desse tipo de empréstimo no Brasil são altíssimos.

As diferenças entre o cartão pré pago e o cartão de crédito

Feito o planejamento financeiro da sua viagem, chegou a hora de decidir se você prefere o cartão pré pago ou cartão de crédito para concentrar seus gastos. Para isso, abaixo, vamos falar sobre as principais diferenças entre os dois.

Taxas de câmbio

Ao optar pelo cartão pré pago, nossa dica é que você procure carregá-lo com a moeda corrente do país que você está indo visitar. Assim, você não perde com a conversão, pois, caso você compre créditos em dólar e gaste num país que utilize o euro, a perda será de 3 a 5%.

O valor da taxa de câmbio é calculado de forma diferente entre os dois tipos de cartões. Enquanto o pré pago fecha o câmbio no dia em que você faz a compra dos créditos, o cartão de crédito informará essa taxa apenas quando fechar a fatura.

Impostos

A alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) é a mesma tanto no cartão pré pago como no cartão de crédito, totalizando 6,38% do valor gasto em moeda estrangeira.

A diferença, no caso do cartão de crédito, ficará a cargo da variação cambial entre a data da compra e o dia do pagamento da fatura.

Valores

O cartão de crédito pode ocasionar na cobrança de valores relacionados à anuidade, tarifas de saque, juros e multas por atraso no pagamento. Caso seja necessária uma avaliação emergencial de crédito durante a viagem ou emissão de 2ª via do cartão, a operadora também pode cobrar por esses serviços.

Já o cartão pré pago pode incluir tarifas quando você solicitá-lo ao emissor, chamada de taxa de adesão. Outras taxas desse tipo de cartão que costumam ser aplicadas é para saque, recarga, emissão de 2ª via e uma mensalidade, caso exista saldo.

Para você decidir a melhor opção entre o cartão pré pago e o cartão de crédito, procure avaliar cada tópico que apresentamos neste post. Assim, você poderá fazer a escolha de acordo com o seu perfil e suas prioridades.

Ainda falando sobre gastos no exterior, saiba se existe um limite de compras de moeda estrangeira.

Escreva um comentário

Share This