O visto é um documento que deve constar no seu passaporte para que você possa entrar nos Estados Unidos.

No entanto, existem diversos tipos de visto para os EUA. Por isso, a seguir, vamos listar e explicar quais são as principais categorias de vistos para que a sua entrada seja permitida, sendo você um intercambista, investidor ou interessado em morar no país. Confira!

Visto B-1

Esse tipo de visto é destinado a quem tem por objetivo entrar nos Estados Unidos a negócios ou por motivos acadêmicos.

Estão enquadrados nessa categoria pessoas que farão parte de feiras e exposições. O B-1 também serve para profissionais que terão como atividade em sua viagem, trabalhos voluntários, sem fins lucrativos. Esses projetos devem ser parceiros de instituições religiosas ou de caridade.

Além disso, os trabalhadores empregados por companhias brasileiras que vão para os EUA realizar a instalação ou manutenção de equipamentos, desde que não recebam nenhum tipo de remuneração por lá, podem solicitar o visto B-1. Empreendedores também se encaixam nessa categoria.

Via de regra, quem quer estudar nos Estados Unidos deve solicitar o visto F-1. Porém, existem exceções, por exemplo, para quem é orador, palestrante ou vai participar de seminários e conferências.

Por fim, o setor médico também faz parte dessa categoria de visto, desde que seus pesquisadores e estagiários não recebam nenhum salário.

Visto B-2

O visto B-2 costuma ser o mais solicitado para quem vai viajar para os Estados Unidos. Entre os procedimentos necessários para aquisição desse visto, você terá que realizar o preenchimento do formulário DS-160.

Depois, é preciso fazer o pagamento da taxa de visto e apresentar alguns outros documentos, principalmente um passaporte válido. Por vezes, será solicitada uma entrevista no consulado americano.

Visto F-1

Estudantes que querem viajar para estudar em faculdades, universidades ou quaisquer outros tipos de instituições de ensino americanas, incluindo escolas de nível fundamental, médio e de idiomas, precisam do visto F-1 para entrar no país.

O local onde os estudos serão realizados deverá providenciar a emissão do formulário “I-20”, também chamado de “Certidão de Elegibilidade”. A instituição de ensino também precisa registrar o aluno no sistema SEVIS, entre outros procedimentos.

Visto M-1

Esse tipo de visto também é destinado para estudantes, mas que não sejam acadêmicos. Assim, fazem parte da lista de instituições de ensino que podem auxiliar na concessão do visto M-1, escolas profissionais, colégios vocacionais e Community Colleges.

Ainda vale ressaltar que, para quem quer cursar uma universidade nos EUA, esse tipo de visto não serve.

Visto J-1

Para quem vai aos Estados Unidos por meio de um programa de intercâmbio aprovado, é possível conseguir o visto J-1.

Os programas que estão enquadrados nesse tipo de visto costumam abranger alunos, acadêmicos de curto prazo, recém-formados, professores, profissionais focados na realização de pesquisas, visitantes do governo, conselheiros de campo e au pairs.

Pronto! Agora você conhece os principais tipos de visto para o EUA. A partir disso, é preciso definir qual é o objetivo da sua visita e escolher a categoria que se encaixa a ele.

Quer mais dicas sobre viagens? Então não deixe de seguir nossa página no Facebook , Linkedin e Instagram para acompanhar todas as novidades!

Escreva um comentário

Share This